Uncategorized

Brunch Weeknd em São Paulo!

brunch

Festival Brunch Weekend será realizado em todos os fins de semana de maio em São Paulo.

Mistura de café da manhã com almoço, o brunch será tema de um festival gastronômico inédito na cidade de São Paulo. De 07 a 29 de maio, a primeira edição do Brunch Weekend reúne 20 casas badaladas, entre restaurantes, bares, cafeterias, hamburguerias, pubs e pâtisseries, que vão oferecer menus ao preço fixo de R$ 49,00 por pessoa.

Mania em metrópoles como Nova York, Londres e Paris, o brunch vale como um café da manhã prolongado que inclui pratos mais reforçados e até drinks alcoólicos, a exemplo do tradicional Mimosa, feito à base de champanhe e suco de laranja – e que poderá ser apreciado em todos os estabelecimentos participantes.

Além de itens tradicionais do desjejum, como pães, bolos, sucos, frutas e geleias, o público deve encontrar nos cardápios pratos clássicos do brunch norte-americano, entre eles panquecas, muffins, french toast, cinnamon rolls, ovos com bacon e ovos Benedict, e outras delícias criadas exclusivamente para o evento.

Alguns participantes desta primeira edição são: A Pizza da Mooca, Befresh Restaurante, Bra.do, Camden House, Cateto (unidade de Pinheiros), Chez MIS, Chez Oscar, Clos Restaurante, Feed Food, Frank & Charles, La Cucina Piemontese, Laundry Deluxe, Mercearia do Conde, Restrô, Ruaa, Sweetshop e Table. O festival será realizado sempre aos fins de semana do mês, a partir das 11h. Para mais informações, acesse facebook.com/BrunchWeekend.

Standard
Uncategorized

Feira na Rosenbaum – especial Dia das Mães

capa

Em sintonia com o pensamento que sinaliza uma ressignificação atual do luxo, seus valores éticos, sociais e criativos, Cris Rosenbaum apresenta a Feira Rosenbaum. Com jóias, vasos, objetos de design e roupas especialmente selecionadas.

A cada edição da Feira, estarão expostos e à venda criações autorais de vários artistas criteriosamente selecionados. “São talentos sem lojas próprias e novos artesãos, todos com processos de produção associados à liberdade de criação; tudo muito autoral e especial”, define Cris.

Tudo é alinhado com o pensamento do novo consumidor, cada vez mais informado, consciente e especializado. “A Feira Rosenbaum” é um evento que objetiva envolver os consumidores em experiência, transparência e significado. 

A edição especial de Dia das Mães acontece de 04 a 07/05, das 11h às 20h, na Rua Cristiano Viana, 224. Não perca!

Standard
Design, Especial, Exposição de Arte

SP-Arte/2016: começa amanhã!

SP-Arte 2016 acontece entre 07 e 10 de abril.

SP-Arte 2016 acontece entre 07 e 10 de abril.

Entre os dias 7 e 10 de abril, o Pavilhão da Bienal, no Parque Ibirapuera, recebe a 12ª edição da SP-Arte. 

Mais de 2000 artistas de consagradas galerias do Brasil e do Mundo se reúnem num encontro criativo entre colecionadores, profissionais e amantes da arte, que esse ano traz um espaço dedicado exclusivamente ao design de mobiliário, dividindo espaço com ambientes focados em nomes de destaque no cenário mundial, novos criadores, performances e instalações criativas.

O evento terá duração de quatro dias e receberá debates e conversas sobre o fazer artístico, além da presença de revistas, editoras e lançamentos de livros. Promete ainda ser um aglutinador de tendências fortalecendo a economia criativa do país.s

Saiba mais informações sobre os expositores no site oficial.

Standard
Fotografia

Inscrições abertas para o concurso fotográfico da Leica

A 36ª edição do concurso fotográfico internacional Leica Oskar Barnack Award está com inscrições abertas até o dia 15 de abril. O concurso é voltado apenas para fotógrafos profissionais e promete um prêmio bastante atraente.

O tema deste ano é “O homem e o meio ambiente” e as fotos precisam ser produzidas entre 2015 e 2016. Mas atenção: é necessário que as fotos cumpram as determinações de tamanho e orientação (acesse aqui) e também que você esteja de acordo com os Termos e Condições do concurso (acesse aqui).

Foto por Evgenia Arbugaeva

Foto por Evgenia Arbugaeva

O vencedor da categoria principal receberá um prêmio em dinheiro de 25 mil euros e uma Leica M-System (câmera e lente). O vencedor da categoria para fotógrafos com 25 anos ou menos, o “Newcomer Award”, ganhará um prêmio de 10 mil euros e, também, uma câmera Leica Rangefinder. Além disso, o concurso contará também com uma categoria em que o o vencedor será escolhido por votação online do público, cujo prêmio será de 2500 euros.

Foto por Alejandro Cegarra

Foto por Alejandro Cegarra

Confira os vencedores das edições anteriores clicando aqui.

Standard
Arquitetura, Especial

Arquitetura em foco: Frank Gehry

Conhecido pelo uso de formas “pós-modernas” ousadas e materiais incomuns, Frank Gehry é um dos arquitetos mais aclamados do século XX.

Fondation Louis Vuitton

Fondation Louis Vuitton

Seu escritório continua a provocar o discurso da arquitetura com projetos cada vez mais ousados e controversos. Entre seus mais recentes trabalhos estão a Fundação Louis Vuitton, em Paris, e o Biomuseo, na Cidade do Panamá.

Biomuseo, na Cidade do Panamá.

Biomuseo, na Cidade do Panamá.

Ao premiá-lo com o Pritzker em 1989, o júri comentou: “Gehry está sempre aberto a experimentações… desprendendo-se tanto da aceitação crítica como de seus sucessos anteriores. Seus edifícios são colagens justapostas de espaços e materiais que fazem o usuário apreciar tanto o teatro como os bastidores, simultaneamente revelados.”

(Via Arch Daily) 

Standard
Arquitetura

São Paulo ganhará Centro Cultural Japonês em 2017

 

O projeto Japan House, iniciativa global do governo japonês, trará a São Paulo um novo olhar sobre o Japão contemporâneo. Com inauguração prevista para março de 2017, a Japan House terá como objetivo combinar arte, tecnologia e negócios para oferecer aos visitantes, por meio de experiências imersivas, uma perfeita tradução do Japão do século XXI – sem esquecer das raízes e das tradições. 

Fachada - Japan House

Fachada voltada para a Av. Paulista (cortesia de Divulgação)

O projeto, do arquiteto japonês Kengo Kuma, trará a São Paulo os traços que identificam seu trabalho, reconhecidos no mundo todo: o uso inovador de materiais naturais, como a madeira hinoki e o papel, para criar atmosferas leves e espaços bem iluminados.”A simplicidade aparece na funcionalidade; todo design japonês se desenvolveu baseado nisso”, comentou Kenya Hara, designer que contribuirá com o projeto.

São Paulo, Londres e Los Angeles são as três metrópoles selecionadas pelo governo japonês para receber as primeiras Japan House no mundo. São Paulo foi escolhida por algumas razões: é no Brasil — e majoritariamente em São Paulo – que vive a maior população de origem japonesa fora do Japão; e as ligações econômicas, sociais e humanas entre os dois países são fortes e a imagem do Japão no Brasil é positiva. São Paulo é, também, o principal centro econômico da América Latina e um polo importante de produção artística e cultural.

Via ArchDaily

Standard
Design

Conheça a Mono, marca brasileira que aposta no opensource

Design open-source: uma atividade em expansão

Design open-source: uma atividade em expansão

Opensource ou design livre são termos utilizados para definir uma forma de trabalho que ganha cada vez mais adeptos no mercado internacional. Designers e marcas têm optado por colocar os arquivos dos seus produtos à disposição para que interessados possam produzir os móveis por conta própria em diferentes partes do mundo. Aqui no Brasil, uma das primeiras empresas a adotar o conceito foi a Mono Design, fundada em julho de 2015.

design-mono_4

“Liberamos um arquivo de AutoCAD com o plano de corte da chapa e a produção se dá via fabricação digital. Todos os produtos têm uma patente. As pessoas podem baixar livremente os arquivos para uso pessoal, mas nunca com fins comerciais”, explicou à Casa Vogue o arquiteto Denis Fuzii, à frente da Mono e do Studio dLux, ressaltando a economia nas despesas com o transporte como um dos maiores benefícios. 

design-mono_1

O grande diferencial da marca é que a pessoa pode optar entre produzir por conta própria ou comprar o móvel já com todo o acabamento no e-commerce da Mono. Atualmente a marca tem 20 objetos registrados em sua plataforma. Apesar da grande maioria ser de autoria do Studio dLux, a meta para 2016 é diversificar e alcançar a marca de 150 produtos no catálogo. Para isso, a Mono convoca designers de todo o mundo a mandarem seus projetos.

 

“No site da Mono existe uma seção para interessados enviarem seus projetos. Nós analisamos se a produção é viável, se for, enviamos o contrato, colocamos na plataforma e o designer ganha 8% a cada venda de produto. Queremos criar uma nova rede de designers”, conclui Denis. 

Por Luisa Cella – Casa Vogue | Fotos: Divulgação

Standard